Inteligência Artificial das Coisas (IA das Coisas)

Artificial Intelligence of Things (AI of Things)

O que é a Inteligência Artificial das Coisas?

Quando a inteligência artificial e as tecnologias da IoT e da Big Data unem forças para que "as coisas sejam capazes de aprender, partilhar informação umas com as outras e tomar decisões de uma forma quase desacompanhada" para ajudar as organizações a tomar decisões que melhorem a vida das pessoas.

Para este fim, este ecossistema de mudança é apoiado por outros pilares tecnológicos que estão a surgir adjacentes a esta combinação de IoT e BigData / AI, tais como, por exemplo:

  • O imediatismo das novas tecnologias de conectividade (por exemplo, 5G) que fornecem larguras de banda elevadas e latências mínimas.
  • A flexibilidade e escalabilidade dos modelos de implementação na Cloud, juntamente com a distribuição das capacidades de computação mais próximas das coisas em si (por exemplo, Edge Computing).
  • Os modelos cada vez mais avançados de analítica preditiva (ou seja, as coisas sabem o que vai acontecer) e prescritiva (ou seja, as coisas dizem-nos o que fazer para que certas coisas aconteçam ou não).
  • Ou modelos de computação distribuída (swarm intelligence ou inteligência de enxame) nos quais, à semelhança de uma colónia de formigas ou abelhas, pequenos pedaços de informação distribuídos entre muitos sujeitos (neste caso, as nossas coisas conectadas) são capazes de gerar valor superior.

Reunir as capacidades da IoT e da Inteligência Artificial para fornecer tecnologia que conecte ainda mais as coisas às pessoas; numa conexão que aproxima e inspira novas e melhores soluções para todos:

  • Desde fábricas conectadas mais inteligentes e flexíveis, a soluções de mobilidade baseadas em dados recolhidos de milhares de automóveis.
  • Desde soluções de cuidados a pacientes utilizando métricas preditivas até à melhoria eficiente da qualidade das colheitas. Desde a personalização de cada experiência do cliente a melhorias na sustentabilidade global das cidades...

Em suma, é a inteligência conectada a coisas cujo objetivo é ajudar as organizações a tomar decisões que melhorem a vida das pessoas.